Notícias

AUDIÊNCIA PÚBLICA DO PDUI/RMR EM ARAÇOIABA REUNIU MAIS DE DUZENTAS PESSOAS

/image/journal/article?img_id=54444861&t=1562094752669

Publicada em: 02 / 07 / 2019

 

Mais de duzentas pessoas participaram hoje, 02.07, da Audiência Pública do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana do Recife (PDUI-RMR), no município de Araçoiaba, que foi realizada na Quadra Poliesportiva Paulo Guerra.  O objetivo foi de divulgar e colher contribuições para o plano, para que ele ocorra com ampla participação popular. Estavam presentes no local diversas autoridades e pessoas da sociedade civil, entre representantes do comércio, empresários, associações e conselhos de moradores.

 

Este foi o sexto município, dos 15 da região, a realizar o evento, coordenado pela Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco – Condepe/Fidem. A exemplo dos municípios que fizeram as Audiências Públicas anteriormente em Araçoiaba, uma das principais propostas de ação para serem adicionados ao PDUI/RMR foi com relação à mobilidade urbana. Também foram reivindicados: políticas para enfrentamento da violência contra a mulher e de proteção ambiental; controle urbano; e, dinamismo da economia.  Nesta quarta-feira, 03.07, a equipe da entidade segue para a cidade do Cabo de Santo Agostinho, onde a reunião ocorrerá no Centro Administrativo Municipal, a partir das 9 horas.

 

Em sua fala, a presidente da Agência Condepe/Fidem, Sheilla Pincovsky, mostrou sua preocupação com o município de Araçoiaba, explicando que mesmo de tamanho pequeno, tem grande importância para a RMR, pois possui mananciais que abastecem diversos municípios do território, e muitas vezes falta água para os próprios moradores. “Os demais municípios devem ser solidários a Araçoiaba. Com o PDUI pretendemos corrigir estas desigualdades”, comentou a gestora estadual.

 

O prefeito Joamy Alves estava presente à Audiência Pública juntamente com vários secretários municipais e também o vice-prefeito, Fernando Augusto. Ele fez vários pleitos como contribuição para o PDUI/RMR, entre eles : ampliação da rede de esgotamento sanitário e abastecimento de água para o município e os de seu entorno; regularização fundiária (segundo o prefeito apenas um loteamento estava registrado atualmente); e, a realização de um esforço para rever os limites municipais. “Já venho articulando junto aos deputados e com a própria Condepe/Fidem, no sentido de olhar a área do território municipal, para ver como podemos nos expandir, e trazer indústrias para cá”, disse o gestor municipal.

 

Seguindo o modelo adotado desde a primeira audiência Pública (em Olinda), houve a formação de uma mesa técnica onde foi apresentado um diagnóstico preliminar da RMR, com a presença dos diretores da Agência Condepe/Fidem, Sônia Calheiros e Luiz Quental Coutinho, além de Geraldo Marinho, da consultora contratada; em seguida houve um debate com a participação dos presentes.

 

O representante da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis, Genilson Ferreira, falou sobre o trabalho que hoje é uma das principais ocupações e que vem recebendo incentivo do governo municipal. Para ele, a atividade necessita de apoio para potencializar melhorias no trabalho dos catadores, prevendo qualificação de mão de obra e desenvolvimento de habilidades necessárias para a inserção qualificada na rotina produtiva dos materiais recicláveis.  Já Marcos Fernandes, da Escola Amaro Soares,  comentou sobre a deficiência dos transportes locais e, pediu a inclusão de uma malha metroviária para melhoria da mobilidade no território.